Você está em: Home / Município / História
A+ A- texto
normal

História

Page_text_7dbace29a8fa72e7d2e6e990d12e57ed

- Histórico

São Francisco de Assis está situado na Zona Missioneira, distante 485 Km da capital gaúcha e a 142 Km a oeste de Santa Maria – RS.

- Origem

1801 – Foi criado o Forte de São Francisco de Assis na Sesmaria do Itajuru à margem esquerda do Rio Inhacundá.

1809 – Início do povoamento da sede, em torno do Forte da Capitania do Rio Grande de São Pedro do Sul.

1810 – Construção de uma capela.

1812 – Inauguração da capela pelo Vigário Geral de Porto Alegre.

1824 – São Francisco de Assis passa a ser íntegra da Província das Missões.

1834 – Com a Revolução Farroupilha, São Francisco de Assis pertence à São Borja.

1858 – São Francisco de Assis é anexado ao município de Itaqui.

1884 – São Francisco de Assis é desmembrado dos municípios de São Vicente e Itaqui, através da Lei nº 1.427, de 04 de janeiro de 1884.

1938 – A Vila de São Francisco de Assis passa à Cidade. Comarca de 1ª Entrância.


- Pré-história

Neste pedaço do Rio Grande desde a sua gênese, há quase dois séculos, foi confiado ao “proverello” de Assis – São Francisco de Assis.Anteriormente a este gênese, estes rincões pertenciam à terra dos tapes.Para chegarmos aos nossos dias passou pelas mãos de donos sucessivos. Era a terra dos Tapes, Guaranis, Minuanos, Guenos, Carijós, Arachanes, Charruas, Caaguas e Guaranás.A ação das bandeiras predadoras devastaram as reduções dos Tapes.Após sucessivos combates entre Portugueses e Espanhóis e tratados estabelecidos delimitou-se as fronteiras. Aqui permaneceram os portugueses que continuaram a criação de bovinos de corte atividade que até hoje é predominante no município.No início deste século imigrantes italianos colonizaram a parte serrana do município (Toroquá e Beluno), onde exercem atividades agrícolas até hoje.


- Características Geográficas

Pertence à Região das Missões. Relevo: Coxilhas e Cerros. Clima: Temperado. Altitude: 125 metros. Matas: Nativas e ExóticasTerras: Medianamente férteis, parcialmente cobertas com florestas.Campos: Predominam campos limpos com pastagens nativas e artificiais.Água: Possui águas abundantes e seu uso é feito com aguadas para animais e irrigação de lavouras. É natural no interior e tratada na cidade.Rios: Ibicuí, Itu, Piquiri, Inhacundá, Taquari, Jaguari, Jaguarizinho, Caraipasso, Caraguataí, Inhandijú.

Área: 2.501,3 Km2 

População: 19.258 habitantes (IBGE/Censo 2010)

Padroeiro do Município: São Francisco de Assis


- Feriados Municipais

 04 de janeiro (Aniversário do município).

 04 de outubro (Dia do Padroeiro).


- Religião

A religião predominante é a católica, existindo a Igreja Matriz e várias capelas distribuídas pelo interior. Em menor quantidade, mas crescendo atualmente, estão os devotos de outras religiões, como a Evangélica Assembléia de Deus, Quadrangular, Universal, Testemunhas de Jeová e Adventista.


- Etnia

Colonização predominante é a Italiana, seguindo-se da Alemanha, Espanhola, Portuguesa e Indígena.


- Aspectos culturais e sociais

A cultura assisense está sendo consolidada a partir de ações do Poder Público Municipal e da iniciativa privada, como os grupos de arte, grupos de danças, grupos de teatro, Centro de Cultura e Eventos Franklin Bastos de Carvalho, associações, entidades sociais, esportivas, tradicionalistas, escolas de samba, museu municipal (arte, ciência, arqueologia e história) e biblioteca pública municipal.


- Arquitetura

Em São Francisco de Assis predomina a Arquitetura Moderna. Este estilo caracteriza-se pelo despojamento da forma, isto é, ausência de ornamentos ou enfeites e pelo uso de materiais como concreto, o aço, o alumínio e o vidro. O uso desses materiais, além da preocupação estética visa à funcionalidade. Alguns prédios históricos, como o da Prefeitura, apresenta-se no estilo barroco neo-clássico .

Outros exemplos de arquitetura moderna:

 - ESTAÇÃO RODOVIÁRIA – Observa-se o emprego de concreto, alumínio e vidros. Quanto às características do estilo moderno temos a simplicidade das linhas, uso de planos inclinados e a forma circular de edifício. Outra notável característica de estilo é o emprego de grandes coberturas, o que permite iluminação, arejamento e circulação de pessoas.

 - ESCOLA ASSIS BRASIL MARTINS DE BITTENCOURT – Este prédio possui todas as características modernas já apontadas. Salientam-se as esquadrias metálicas, amplas aberturas.

 - BANRISUL – é um perfeito exemplo de arquitetura moderna: amplo espaço, emprego de concreto, grandes aberturas e despojamento da forma.


- O Estilo “ART DECO”

Surgiu nas primeiras décadas do século XX, este estilo é caracterizado pelas linhas retas, paredes sólidas, robustas e ricas em ornamentações geométricas.

Os edifícios mais representativos são: prédio dos Correios e o Sindicato dos Empregadores Rurais. O Hospital Santo Antônio apresenta discreta ornamentação “Art Deco” na fachada.


- O Estilo “ART NOUVEAU”

Este estilo precedeu o “Art Deco” em algumas décadas. É caracterizado pelas linhas sinuosas e riquíssima ornamentação fitomórfica e zoomórfica, isto é, formato de plantas, flores e animais. São Francisco de Assis quase nada possui neste estilo. Como exemplo podemos citar discretos elementos na ornamentação da fachada do prédio da Secretaria da Fazenda (antigo Meridional), a Prefeitura Municipal apresenta leves traços do estilo “Art Nouveau” apesar das mutilações sofridas pelos vários reparos ao longo do tempo.


- A Arquitetura Morta

A evolução dos tempos fez desaparecer de São Francisco de Assis notáveis exemplos de arquitetura. Entre outros citam-se:

- O velho prédio do Banrisul – foi um palacete eclético, isto é, onde havia a presença de vários estilos;

- A velha Igreja Matriz – foi um exemplo de arquitetura religiosa. Era também um prédio eclético;

- A velha Pira – este monumento em puro estilo “Art Deco” localizava-se na Praça Coronel Manoel Viana.


- Figuras Literárias

Entre as inúmeras figuras literárias assisense, destaca-se Salvador ferrando Lamberty, João Otávio Nogueira Leiria, Tyrtheu Rocha Viana, Antero Marques, dentre outros.